quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Dia de Todos os Santos


Domingo, quase hora do almoço. Toca a campanhia do apartamento. E iniciou-se a cena que eu achei que só acontecesse em filmes americanos:

- Doce ou travessura?

Caramba, nem era mais dia 31 de outubro, que fora na véspera. Eu estava de roupão, descabelada, no meu processo de acordar num domingo. Isso pode levar horas.

- Bem, eu vou ver se tenho algum doce...

As meninas ficaram na porta, ansiosas. Perceberam minha busca pela cozinha: eu abria geladeira, armários, procurava e nada. Não cozinho, e doces duram pouco em minha casa. Tentei:

- Olha só, eu tenho esse pacote de bolacha cream cracker...

Elas me fitaram com espanto.

- Vocês podem passar geléia, fica uma delícia!

- Não tem uma balinha?

- Não, só a bolacha mesmo, mas podem levar!

Elas não acreditavam:

- Ah, tá bom, moça, não precisa então...

Não era possível recusarem oferta tão espetacular:

- Vocês não querem mesmo???

- Não, obrigada, fica pra outra vez...

E estava feita a travessura. Recusaram meu pacote de cream cracker! Num mundo tão globalizado e moderno, onde se comemora Halloween no Brasil e se pede doces em primeiro de novembro, por que não levar uma bolacha salgada? Ora, ora...


2 comentários:

Roberta disse...

E ainda vc tem q estar feliz q elas n te roubaram ou travessura feia por causa do doce, no dia de todos os santos!
Realmente...

=*

Silvianeaparecida disse...

oi gostei do seu blog
adorei os textos
uahsuhah

se não se importar seguirei você...
até+